Schützer Educacional - Pós, Licenciaturas, Extensões, Profissionalizantes

Professor de História da USP e de Ciência Política da Unicamp pedem censura a intelectual negro por ser “stalinista”

"Claramente, o que se cobra é censura. O pressuposto, veja bem, não é se a produção é ruim ou boa, mas simplesmente que ela não deveria existir", argumentou Jones Manoel sobre as declarações de Sean Purdy e Álvaro Bianchi nas redes sociais

Os professores Sean Purdy, de História da USP, e Álvaro Bianchi, diretor do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp, criticaram a inclusão de um artigo no primeiro número da revista Jacobin no Brasil e pediram censura ao historiador negro, mestre em Serviço Social, Jones Manoel, por considerá-lo “stalinista”.

“Acho um enorme equívoco publicar um stalinista orgulhoso na Jacobin Brasil”, comentou Sean Purdy no Twitter, ganhando o apoio de Bianchi. “Deveriam ter avisado antes”.

Leia mais: Revista Fórum

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
visitas

Coluna

O carioca parece gostar de ser enganado

O que em cidades normais levaria a revoltas populares e processos judiciais, o morador do Rio de Janeiro aceita dando de ombros –  e reelege as mesmas figuras nas eleições, escreve Philipp Lichterbeck. O teleférico do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro, foi inaugurado em 2011....

A revolução dos bichos" de Orwell: quem são os porcos?

Obra do jornalista e escritor britânico aborda a revolução soviética de forma satírica. Apesar de ter sido escrito nos últimos anos da Segunda Guerra Mundial, romance segue mais atual do que nunca, 75 anos depois. A fábula de George Orwell se passa numa fazenda: "O Sr. Jones, proprietário da Granja...