2ª Licenciatura, Pós, Extensão e Cursos

Guerra mundial à vista? Tática de bombardeio e resposta russa sugerem que não

Dias antes de Estados Unidos, Reino Unido e França confirmarem bombardeios em resposta a um possível ataque químico conduzido pelo governo da Síria, nesta sexta-feira, blogs, páginas, perfis e robôs em redes sociais adiantavam o que seria o início de uma terceira Guerra Mundial.

Os comentários ganharam corpo com uma intensa troca de hostilidades entre Estados Unidos e Rússia, um dos principais aliados do presidente sírio Bashar al-Assad.

Durante a semana, o presidente russo Vladimir Putin disse que um ação militar do Ocidente em território sírio poderia dar início a uma guerra. O americano Donald Trump ironizou pelo Twitter: "A Rússia promete abater todos os mísseis direcionados à Síria. Prepare-se, Rússia, porque eles serão lançados".

Mas, desde que a ameaça ocidental se concretizou contra pelo menos três instalações ligadas a armas químicas nos arredores de Damasco, americanos e russos vêm dando sinais de que os ataques são bem mais intensos no plano da retórica do que nos campos de batalha.

Leia mais: BBC Brasil

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
contador de visitas

Coluna

Estamos à beira de mais um colapso de civilizações?

Grandes civilizações não são exterminadas, mas acabam com a própria existência. Essa é a conclusão do historiador britânico Arnold Toynbee em sua principal obra, Um Estudo da História, dividida em 12 volumes. Ele explorou a ascensão e a queda de 28 civilizações diferentes. O historiador estava...

O negacionismo histórico como arma política

Está em curso no Brasil um revisionismo histórico com base na negação e na manipulação de fatos. Ele é promovido por seguidores da "nova direita" e pelo próprio governo Bolsonaro. E vai além do "nazismo de esquerda." Há um revisionismo histórico, com fins políticos, em curso no Brasil. Ele é...