Schützer Educacional - Pós, Licenciaturas, Extensões, Profissionalizantes

Golpista inglês, Boris Johnson, é derrotado por 11 a 0 na Suprema Corte

Após o anúncio, líderes de outros partidos pediram que Boris renuncie ao cargo, do qual tomou posse em 24 de julho, há exatos dois meses

A Suprema Corte da Inglaterra julgou como ilegal, por onze votos a zero, nesta terça-feira (24), a decisão do premiê, Boris Johnson, de suspender as atividades do Parlamento por cinco semanas, e ordenou a retomada dos trabalhos “assim que possível”.

Após o anúncio, líderes de outros partidos pediram que Boris renuncie ao cargo, do qual tomou posse em 24 de julho, há exatos dois meses. Jeremy Corbyn, do Partido Trabalhista, disse que o premiê deveria “reconsiderar sua posição”. Um eufemismo para a renúncia.

Joanna Cherry, porta-voz do SNP (Partido Nacional Escocês), foi mais direta. “A posição de Boris Johnson é insustentável e ele deve ter a coragem de renunciar.

Jo Swinson, líder dos Liberais Democratas, disse que Boris “não está apto para ser premiê”.

Nigel Farage, do Partido do Brexit, pediu a renúncia de Dominic Cummings, principal assessor de Boris, apontado como autor da ideia de suspender o Parlamento.

Leia mais: Revista Fórum

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
visitas

Coluna

O carioca parece gostar de ser enganado

O que em cidades normais levaria a revoltas populares e processos judiciais, o morador do Rio de Janeiro aceita dando de ombros –  e reelege as mesmas figuras nas eleições, escreve Philipp Lichterbeck. O teleférico do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro, foi inaugurado em 2011....

A revolução dos bichos" de Orwell: quem são os porcos?

Obra do jornalista e escritor britânico aborda a revolução soviética de forma satírica. Apesar de ter sido escrito nos últimos anos da Segunda Guerra Mundial, romance segue mais atual do que nunca, 75 anos depois. A fábula de George Orwell se passa numa fazenda: "O Sr. Jones, proprietário da Granja...