Schützer Educacional - Pós, Licenciaturas, Extensões, Profissionalizantes

Exclusivo: Chile vive segunda jornada de marchas multitudinárias e volta a pressionar governo de Piñera

Nesta sexta-feira (1), a sociedade chilena mostrou que mudou o mês, mas o clima de rebelião popular continua o mesmo. O país viveu mais uma jornada de manifestações em diversas cidades, com destaque para o ato no centro da capital, Santiago, que contou com 200 mil pessoas, segundo a imprensa local.

O país vive um ambiente de convulsão social desde o dia 18 de outubro, quando ocorreu a primeira grande revolta por causa do aumento da passagem do metrô. Duas semanas depois daquela primeira explosão popular – e com um período de sete dias de estado de exceção e toque de recolher nesse meio tempo – as demandas mais importantes já são outras: a renúncia do presidente Sebastián Piñera e o início de um processo para criar uma nova constituição, através de uma assembleia constituinte. A atual carta magna do país ainda é a imposta pelo ditador Augusto Pinochet, em 1980.

Leia mais: Revista Fórum

Contribua para uma mídia em defesa da democracia

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
visitas

Coluna

O carioca parece gostar de ser enganado

O que em cidades normais levaria a revoltas populares e processos judiciais, o morador do Rio de Janeiro aceita dando de ombros –  e reelege as mesmas figuras nas eleições, escreve Philipp Lichterbeck. O teleférico do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro, foi inaugurado em 2011....

A revolução dos bichos" de Orwell: quem são os porcos?

Obra do jornalista e escritor britânico aborda a revolução soviética de forma satírica. Apesar de ter sido escrito nos últimos anos da Segunda Guerra Mundial, romance segue mais atual do que nunca, 75 anos depois. A fábula de George Orwell se passa numa fazenda: "O Sr. Jones, proprietário da Granja...