Schützer Educacional - Pós, Licenciaturas, Extensões, Profissionalizantes

Desde o tempo de Galileu, negação da ciência passou do campo religioso para o político, diz astrofísico

Desde o tempo de Galileu, negação da ciência passou do campo religioso para o político, diz astrofísico

No dia 22 de junho de 1633, o astrônomo Galileu Galilei, considerado por muitos o criador do método científico, recebia sua sentença frente a um tribunal da Inquisição. Pela acusação de defender o modelo de Copérnico, em que a Terra girava em torno do Sol, Galileu foi considerado um herético, forçado a repudiar as ideias heliocêntricas e sentenciado a prisão domiciliar, além de ter sua obra Diálogo incluída no Índice de Livros Proibidos do Vaticano.

Pouco menos de 400 anos após esses acontecimentos, uma pesquisa do Instituto Datafolha realizada em julho de 2019 apontou que 7% dos brasileiros acreditam que a Terra seja plana. O número representa um movimento que ganhou impulso nos últimos anos, o dos chamados terraplanistas, que questionam o formato esférico do planeta, noção que já era consenso inclusive na época de Galileu.

Foi com o intuito de analisar o ressurgimento de movimentos de negação a resultados científicos como esse que o astrofísico romeno Mario Livio lançou no início de maio o livro Galileo and the Science Deniers (Galileu e os negacionistas da ciência, editora Simon & Schuster, a ser lançado em português pela editora Record), no qual faz uma nova leitura da vida e descobertas de Galileu e compara a resistência que enfrentou na época ao negacionismo existente hoje.

Leia mais: BBC Brasil

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
visitas

Coluna

O carioca parece gostar de ser enganado

O que em cidades normais levaria a revoltas populares e processos judiciais, o morador do Rio de Janeiro aceita dando de ombros –  e reelege as mesmas figuras nas eleições, escreve Philipp Lichterbeck. O teleférico do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro, foi inaugurado em 2011....

A revolução dos bichos" de Orwell: quem são os porcos?

Obra do jornalista e escritor britânico aborda a revolução soviética de forma satírica. Apesar de ter sido escrito nos últimos anos da Segunda Guerra Mundial, romance segue mais atual do que nunca, 75 anos depois. A fábula de George Orwell se passa numa fazenda: "O Sr. Jones, proprietário da Granja...