Schützer Educacional - Pós, Licenciaturas, Extensões, Profissionalizantes

China tomará o lugar dos EUA? A corrida para antecipar o mundo de amanhã

Em plena crise, acontece uma queda de braço para entender o futuro e influenciá-lo. Alguns especialistas duvidam de uma mudança radical

A corrida das previsões já começou. Há semanas, Governos, instituições internacionais, economistas, laboratórios de ideias e gurus embarcaram em uma competição para explicar o mais rápido possível o mundo de amanhã.

Ainda não se sabe como terminará esta fase da crise da covid-19, a doença causada pelo vírus SARS-Cov-2 que em quatro meses se espalhou da China para o resto do planeta, matou mais de 155.000 pessoas e confinou metade da humanidade. Não está claro como será a saída do confinamento nem quando uma vacina garantirá o retorno à normalidade. Ninguém sabe ao certo qual será a normalidade dentro de alguns meses. Mas o instinto humano de ir um passo à frente —e a necessidade prática de se preparar para o novo mundo e de influenciá-lo— é o motor que leva a uma superprodução de documentos para esclarecer durante a tempestade.

Leia mais: El Pais Brasil

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
visitas

Coluna

Manual do perfeito midiota – 55

Neste momento, a opção mais viável para o fim da crise é o caos, porque no campo da política não há protagonistas com estofo moral suficiente para assumir o papel do mediador publicado em 22/12/2016 O ocupante do Palácio do Planalto oferece, como presente de Natal, o maior retrocesso em termos de...

O ano em que o capitalismo real mostrou a que veio

Tudo que nós um dia deveríamos temer sobre o socialismo — desde repressão estatal e vigilância em massa até padrões de vida em queda — aconteceu diante de nossos olhos. Por Jerome Ross, do Outras Palavras   Nós vivemos em um mundo de ponta-cabeça. Como recentemente colocou um meme amplamente...