2ª Licenciatura, Pós, Extensão e Cursos

Toni Morrison torna-se a primeira mulher negra a ganhar o Nobel de Literatura

08/10/2018 09:21

No dia 8 de outubro de 1993 o mundo conheceu a primeira negra a ganhar o Prêmio Nobel de Literatura. O nome da escritora Toni Morrison, então com 62 anos, estava estampado em todos os jornais dos Estados Unidos após a decisão anunciada pela Academia Sueca, em Oslo, no dia anterior.

A escritora e também professora universitária de Princeton despertou a atenção da crítica internacional com o livro Song of Solomon(1977). Depois veio Beloved (Amada - 1987), um best-seller, vencedor do Prêmio Pulitzer de Ficção, no ano seguinte. A história do livro sobre um escravo fugitivo que, quando capturado, corta a garganta de sua filha para não vê-la crescer na escravidão conquistou o público e a crítica. Amada faz parte de uma trilogia que inclui Jazz (1992) e Paraíso (1997). Morrison ainda escreveu peças, ensaios e literatura infantil.

Em sua ficção e os seus ensaios, Morrison explorou a experiência negra nos Estados Unidos  a partir de suas raízes na escravidão e de sua presença vital na vida contemporânea. Nascida em Lorain, Ohio, em 18 de fevereiro de 1931, a escritora foi neta de um escravo no Alabama.

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
contador gratuito de visitas

Coluna

ÁFRICA SUBSAARIANA: ARENA INTERNACIONAL

O atual cenário geopolítico da região subsaariana é pautado por disputas entre as potências centrais e médias na busca das vantagens econômicas, a fim de garantir as riquezas naturais subsaarianas. No atual cenário de disputas geopolíticas em palcos africanos, destacam-se ações de antigos Estados...

Você é o que você se diz: a ciência do diálogo interno

Se você quiser variar a percepção que tem sobre você, precisa alterar seu diálogo interior. A forma como você conversa consigo mesmo condiciona sua capacidade de enfrentar as dificuldades e determina a tomada de decisões. A autoafirmação, ou pensar coisas positivas sobre nós mesmos, é uma...