Schützer Educacional - Pós, Licenciaturas, Extensões, Profissionalizantes

Proclamado o Édito de Worms

25/05/2020 08:38

O Édito de Worms foi proclamado em 25 de maio de 1521 pelo Imperador do Sacro Império Romano-Germânico, Carlos V, e pelo cardeal Girolamo Aleandro, em Worms, contra o teólogo alemão Martinho Lutero. O documento declarava Lutero como fora da lei e herege (doutrina mantida em oposição ao dogma de qualquer igreja ou credo considerado ortodoxo). Através dele, foi oficializada a ruptura do Luteranismo (movimento religioso cristão protestante) com a Igreja Católica. Este édito declarou Lutero também bandido e proibiu a leitura e posse de seus escritos. Da mesma forma, foi permitido que qualquer pessoa matasse Lutero sem sofrer consequências penais. O édito foi um ato que provocou agitação até mesmo nos mais moderados, e em particular no filósofo e teólogo holandês Erasmo de Rotterdam.

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
visitas

Coluna

O carioca parece gostar de ser enganado

O que em cidades normais levaria a revoltas populares e processos judiciais, o morador do Rio de Janeiro aceita dando de ombros –  e reelege as mesmas figuras nas eleições, escreve Philipp Lichterbeck. O teleférico do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro, foi inaugurado em 2011....

A revolução dos bichos" de Orwell: quem são os porcos?

Obra do jornalista e escritor britânico aborda a revolução soviética de forma satírica. Apesar de ter sido escrito nos últimos anos da Segunda Guerra Mundial, romance segue mais atual do que nunca, 75 anos depois. A fábula de George Orwell se passa numa fazenda: "O Sr. Jones, proprietário da Granja...