2ª Licenciatura, Pós, Extensão e Cursos

Proclamado o Édito de Worms

25/05/2018 08:49

O Édito de Worms foi proclamado em 25 de maio de 1521 pelo Imperador do Sacro Império Romano-Germânico, Carlos V, e pelo cardeal Girolamo Aleandro, em Worms, contra o teólogo alemão Martinho Lutero. O documento declarava Lutero como fora da lei e herege (doutrina mantida em oposição ao dogma de qualquer igreja ou credo considerado ortodoxo). Através dele, foi oficializada a ruptura do Luteranismo (movimento religioso cristão protestante) com a Igreja Católica. Este édito declarou Lutero também bandido e proibiu a leitura e posse de seus escritos. Da mesma forma, foi permitido que qualquer pessoa matasse Lutero sem sofrer consequências penais. O édito foi um ato que provocou agitação até mesmo nos mais moderados, e em particular no filósofo e teólogo holandês Erasmo de Rotterdam.

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
contador de visitas

Coluna

A LEI PELA LEI DE QUEM?

Na academia discutimos sobre a natureza e fundamentos da lei. Um debate, sem dúvida, filosófico que realizamos no mundo ideal, cuja perfeição nos instiga a reflexões na perspectiva real-ideal. O mundo ideal, perfeito, dos objetivos maiores que os ordenamentos jurídicos apresentam e que refletem os...

A ÚLTIMA FRONTEIRA DO CAPITALISMO NEOLIBERAL – É AQUI

Há dez anos escrevi um artigo sobre a África, onde discorri sobre a ação do capital na porção subsaariana do continente. Os impedimentos de natureza cultural, que apesar do longo período de colonialismo europeu, se constituíam em obstáculos a plena incorporação do continente no capitalismo...