2ª Licenciatura, Pós, Extensão e Cursos

Nasce John Dalton, o precursor da teoria atômica

06/09/2018 08:59

John Dalton nasceu no dia 06 de setembro de 1766 e faleceu em 1844. Foi um químico e físico britânico que desenvolveu a teoria atômica na qual se baseia a ciência física moderna. Foi educado em uma escola de sua cidade natal onde começou a ensinar com 12 anos de idade. Em 1781 mudou-se para Kendal, onde dirigiu uma escola com seu primo e seu irmão mais velho. Foi para Manchester em 1793 e ali passou o resto de sua vida como professor, primeiro no New College e mais tarde como tutor privado. Em 1787, Dalton começou uma série de estudos meteorológicos que continuou durante 57 anos, acumulando cerca de 200.000 observações e medidas sobre o clima na área de Manchester.

O interesse de Dalton pela meteorologia o levou a estudar um grande número de fenômenos, bem como os instrumentos necessários para medi-los. Foi o primeiro a provar a teoria de que a chuva é produzida por uma diminuição da temperatura e não por uma mudança de pressão atmosférica. Sua contribuição mais importante à ciência foi sua teoria de que a matéria é composta por átomos de diferentes massas que se combinam em proporções simples para formarem compostos.

Esta teoria, formulada por Dalton pela primeira vez em 1803, é a pedra angular da física moderna. Dalton foi eleito membro da Real Sociedade de Londres em 1822 e, quatro anos mais tarde, lhe foi concedida à medalha de ouro desta sociedade. Em 1830 transformou-se em um dos oito sócios estrangeiros da Academia de Ciências Francesa.

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
contador de visitas

Coluna

Imigrante, por Janderson Lacerda

A casa ficava próxima ao rio Branco em Boa Vista. Era pequena, mas muito acolhedora. A decoração rústica, meticulosamente planejada, criava uma atmosfera aconchegante ao local. O aroma das flores e plantas fundia-se com o cheiro do rio que podia ser avistado da varanda. Após horas de conversas...

FALTA O PATRIOTISMO?

FALTA O PATRIOTISMO?

Estamos vivendo tempos que assustam aqueles que possuem um pouco de equilíbrio e pensamento racional. Não se pode deixar de lado a racionalidade sob pena dos frutos a serem colhidos no futuro serem de má qualidade, com consequente degradação da sociedade. O futuro é um projeto do que se faz hoje,...