Schützer Educacional - Pós, Licenciaturas, Extensões, Profissionalizantes

Mussolini reestabelece regime facista no norte da Itália

23/09/2019 08:23

No dia 23 de setembro de 1943, Benito Mussolini, ditador deposto da Itália, deu início a uma nova república fascista - com a permissão de seus novos mestres alemães - que ele "controlava" de seu quartel-general no norte da Itália. Em julho deste mesmo ano, depois de uma decisão do Grande Conselho, Mussolini foi retirado do poder e colocado em prisão domiciliar. O povo italiano, que havia abraçado o ditador com entusiasmo por conta de suas promessas de um novo “império” italiano, agora o desprezava por causa da humilhante derrota sofrida na guerra. Contudo, Mussolini ainda tinha um fã importante, no caso Adolf Hitler.

O general Pietro Badoglio, que assumiu o poder na ausência de Mussolini, sabia que o ex-Duce poderia tentar fugir do seu confinamento e, por isso, o levou a um hotel nos montes Apeninos. Apesar da presença de um exército de policiais armados, comandos alemães, em uma operação ousada ao pico da montanha, invadiram o hotel onde o ditador estava preso e o levou a um QG de Hitler no front russo.

Mussolini não ficaria muito tempo por ali e queria retornar à Itália para reassumir o poder. Mas seus tutores alemães, que o consideraram incompetente, não o deixariam retornar à cena do desastre. A alternativa foi criar uma área de controle alemão do norte da Itália, em Gargnano, no Lago Garda, onde Mussolini criou uma versão reformada do fascismo, em que deveria incluir eleições e imprensa livre. O seu "Manifesto Verona" foi o modelo para esta nova república fascista - a República de Salo ou República Social Italiana - para onde seus seguidores haviam fugido diante da rendição italiana aos Aliados.

Nesta nova república fascista nunca houve eleições ou liberdade de imprensa. Salo era pouco mais do que um estado policial, recheado com a velha guarda dos Camisas Negras - grupo militar da Itália fascista. E Mussolini não controlava nada, ele era pouco mais que um fantoche dos alemães, espalhando propaganda contra os Aliados e buscando vingança - o ditador ordenou execuções de ex-membros do Grande Conselho, incluindo seu cunhado, o conde Ciano. Mais tarde, o avanço dos Aliados no norte da Itália e a corajosa guerrilha italiana representaram o fim da República Salo e dos mandos e desmandos do seu governante. A república de Mussolini foi dissolvida em 29 de abril de 1945.

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
visitas

Coluna

Justiça impõe hierarquia federativa a Diadema

A cidade de Diadema, por força do contexto nacional, resolveu unilateralmente na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) suspender o isolamento social para algumas atividades econômicas. Contudo, a justiça suspendeu a deliberação do prefeito, fazendo valer a decisão do Governo do Estado....

Monica De Bolle: “Hoje, dane-se o Estado mínimo, é preciso gastar e errar pelo lado do excesso”

Para a economista da Universidade Johns Hopkins, ministro Paulo Guedes está preso a dogmas ideológicos e mantém letargia para tomar decisões que afetam quem já está passando fome “E, para os defensores da calma e da serenidade, saibam: o momento é de urgência”, escreve a economista brasileira...