2ª Licenciatura, Pós, Extensão e Cursos

Morre o filósofo, teólogo e humanista Erasmo de Rotterdam

12/07/2018 21:02

 

Erasmo de Rotterdam nasceu em 1469 e faleceu em 12 de Julho de 1536. Foi um humanista, filósofo, filólogo e teólogo neerlandês, autor de importantes obras em latim. Passou os últimos anos de sua vida perseguido tanto por católicos como por reformadores. As polêmicas de Erasmo contra a Igreja foram mal interpretadas com frequência. A inimizade do filósofo não derivava nem de questionamentos para a exatidão da doutrina nem de hostilidade contra a organização da instituição em si. Em outras palavras, Erasmo não era nem anticatólico nem anticlerical. Isto se observa mediante a simples leitura de seus livros. A verdadeira razão do confronto é que Erasmo queria utilizar sua formação e treinamento para apurar a doutrina e liberar as instituições e estes dois objetivos não eram compartilhados pela hierarquia eclesiástica do século XVI. "Adagios" (primeira edição em 1500; edição corrigida e aumentada pelo autor em 1508, 1518, 1520, 1523, 1526, 1528, 1533 e 1536.) Enchiridion Militiis Christiani (Manual do cavaleiro cristão) (1503) "De ratione studii" ("Sobre o método de estudo") (1511) Encomion moriae seu laus stultitiae ("Elogio da loucura") (1511) Institutio Principis Christiani (Educação do príncipe cristão) (1516) dedicada a Carlos V. Tradução do Novo Testamento ao latim (1516) "Paráfrase do Novo Testamento" (1516).

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
contador de visitas

Coluna

A LEI PELA LEI DE QUEM?

Na academia discutimos sobre a natureza e fundamentos da lei. Um debate, sem dúvida, filosófico que realizamos no mundo ideal, cuja perfeição nos instiga a reflexões na perspectiva real-ideal. O mundo ideal, perfeito, dos objetivos maiores que os ordenamentos jurídicos apresentam e que refletem os...

A ÚLTIMA FRONTEIRA DO CAPITALISMO NEOLIBERAL – É AQUI

Há dez anos escrevi um artigo sobre a África, onde discorri sobre a ação do capital na porção subsaariana do continente. Os impedimentos de natureza cultural, que apesar do longo período de colonialismo europeu, se constituíam em obstáculos a plena incorporação do continente no capitalismo...