Schützer Educacional - Pós, Licenciaturas, Extensões, Profissionalizantes

Hugo Capeto inicia a Dinastia Capeto

03/07/2019 08:30

Hugo Capeto foi rei de França entre 3 de Julho de 987 e 24 de Outubro de 996. Iniciou e fundou a Dinastia dos Capetos (a mais importante e antiga dinastia real na Europa, que incluiu todos os descendentes de Hugo). Com sua chegada ao trono pôs fim à Dinastia Carolingia (linhagem de reis francos que governaram a Europa Ocidental entre os séculos VIII e X). Era filho de Hugo, o Grande, conde de Paris, a quem sucedeu no ano 956. Seu domínio sobre diversos feudos ao redor de Paris e de Orleans o transformou em virtual monarca da França; e quando Luis V, último rei da dinastia Carolíngia, morreu em 987 sem deixar herdeiro, os numerosos vassalos de Hugo possibilitaram que ele ganhasse a eleição ao trono e derrotasse o candidato carolíngio, Carlos, duque de Lorena. Este e muitos outros grandes nobres do reino tentaram resistir à sua autoridade, mas graças à força das armas e a uma sensata política de alianças, além do apoio da Igreja, da qual era membro devoto, Hugo estabeleceu certa ordem em seu reino. Seu filho Roberto, o Piedoso (mais tarde Roberto II), foi associado ao trono e eleito como seu sucessor em 988. A dinastia dos Capetos governou a França até o ano 1328.

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
contador gratuito de visitas

Coluna

Eleições em 2020 e hábitos antigos no ABCD

Finda-se um ano e já próximo do novo ano devemos ficar atentos aos acontecimentos políticos, já que as eleições municipais marcadas para menos de um ano, tem uma importância crucial no atual contexto da bipolarização política e ideológica, que tomou conta da sociedade brasileira por esgotamento ou...

Governabilidade e corrupção no ABCD

A região foi impactada neste mês de setembro com a denúncia da Polícia Federal do mau uso do dinheiro público em São Bernardo do Campo, indiciando o prefeito por corrupção passiva e fraudes em licitações. A denúncia pode afetar a governabilidade municipal? Isso é o que interessa para o cidadão,...