2ª Licenciatura, Pós, Extensão e Cursos

Governo Militar sanciona a Lei de Imprensa

09/02/2018 08:05

No dia 9 de fevereiro de 1967, o presidente Castelo Branco sancionou a Lei de Imprensa, que restringia a liberdade de expressão no Brasil. Com a entrada em vigor desta lei, pelas novas regras, todos os programas exibidos na televisão deveriam apresentar na tela, antes do início, uma autorização rubricada pelos censores. Em caso de vigência do estado de sítio, o governo iria enviar agentes às redações de jornais, rádios e TV para fazer a censura prévia. O presidente Castelo Branco também criou o Serviço Nacional de Inteligência (SNI), em 1964, para “coordenar” as atividades de informação e contra-informação". No dia em que foi sancionada Lei de Imprensa, foi publicado no Diário Oficial a informação de que havia sido criado um novo regulamento do SNI por decreto do presidente Castelo Branco. O conteúdo do documento não foi divulgado.

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
contador de visitas

Coluna

“ESTADO MÍNIMO” VERSUS DIADEMA.

Em menos de um ano de governo o vice-presidente/presidente Temer mostrou que é um instrumento do neoliberalismo nacional, no seu modelo mais radical e retrógrado. Isto pode ser afirmado em virtude do encaminhamento do pensamento econômico mais moderno, que discute a criação da chamada “renda...

O IMPACTO NEOLIBERAL DE TEMER EM DIADEMA

Vice-presidente eleito numa chapa que propunha políticas sociais redistributivas, ao assumir a condição de presidente promove uma guinada radical e dramática para a promoção de políticas públicas distributivas, que atendem os interesses do grande capital financeiro. Sem que tivesse ocorrido tempo...