Schützer Educacional - Pós, Licenciaturas, Extensões, Profissionalizantes

Golpe de estado em Atenas resulta na breve oligarquia do Conselho dos Quatrocentos

09/06/2020 10:56

Em 9 de junho do ano 411 a.C houve um golpe de estado em Atenas que culminou com a tomada de poder por uma oligarquia. O movimento foi o resultado de uma revolução que ocorreu durante a Guerra do Peloponeso, entre Atenas e Esparta. O golpe derrubou o governo democrático da antiga Atenas e o substituiu durante um breve período por um grupo oligárquico conhecido como O Conselho dos Quatrocentos.

Na esteira da crise fiscal causada pela fracassada Expedição Siciliana das forças atenienses em 413 a.C., alguns homens da elite ateniense, que por muito tempo já estavam insatisfeitos com a ampla democracia da cidade-estado, procuraram estabelecer uma oligarquia elitista. Eles acreditavam que poderiam administrar as finanças, as guerras e a política externa com maior eficiência do que o governo existente.

O movimento em direção à oligarquia foi liderado por um grupo de atenienses proeminentes e ricos, que ocupavam posições de poder no exército, coordenados pelo general Alcebíades. Os oligarcas planejaram dois golpes: um em Atenas e outro em Samos, onde a marinha ateniense tinha base.

O golpe em Atenas saiu como planejado e os conspiradores tomaram o poder.  A cidade acabou sob o controle do Conselho dos Quatrocentos. Ao contrário de Atenas, os conspiradores em Samos tiveram seus planos frustrados pelos líderes democráticos que faziam parte da frota ateniense. Os homens da frota, ao tomarem conhecimento do golpe, depuseram seus generais e elegeram novos em seu lugar.

O governo do Conselho dos Quatrocentos em Atenas foi instável desde o início, pois logo surgiram conflitos entre oligarcas moderados e extremistas. Os moderados, liderados por Theramenes e Aristocrates, pediram a substituição dos Quatrocentos por uma oligarquia mais ampla dos "Cinco Mil".

Sob pressão, os líderes extremistas iniciaram negociações de paz com Esparta e começaram a construir uma fortificação no porto de Piraeus. Depois que o líder dos extremistas, Frínico, foi assassinado, os moderados ficaram mais agressivos e prenderam um general extremista em Piraeus. Seguiu-se um confronto, que terminou com a derrubada da nova fortificação. Vários dias depois, o Conselho dos Quatrocentos foi substituído oficialmente pelos Cinco Mil, que governaram por mais alguns meses, até depois da vitória ateniense em Cízico. 

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
visitas

Coluna

O carioca parece gostar de ser enganado

O que em cidades normais levaria a revoltas populares e processos judiciais, o morador do Rio de Janeiro aceita dando de ombros –  e reelege as mesmas figuras nas eleições, escreve Philipp Lichterbeck. O teleférico do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro, foi inaugurado em 2011....

A revolução dos bichos" de Orwell: quem são os porcos?

Obra do jornalista e escritor britânico aborda a revolução soviética de forma satírica. Apesar de ter sido escrito nos últimos anos da Segunda Guerra Mundial, romance segue mais atual do que nunca, 75 anos depois. A fábula de George Orwell se passa numa fazenda: "O Sr. Jones, proprietário da Granja...