Schützer Educacional - Pós, Licenciaturas, Extensões, Profissionalizantes

Getúlio Vargas e aliados promovem golpe de estado contra a República Velha

03/10/2019 07:48

O golpe de estado que iria culminar na tomada do poder de Getúlio Vargas era desencadeado em um dia como este, em 1930, mais exatamente às 17h25min, quando o político Osvaldo Aranha telegrafou o militar e político Juarez Távora, comunicando início da Revolução promovida por Getúlio. O movimento se alastrou rapidamente pelo país, e oito governos estaduais no Nordeste foram depostos pelos tenentes em um golpe de estado. No dia 10, Getúlio Vargas lançou o manifesto "O Rio Grande de pé pelo Brasil" e partiu, por ferrovia, rumo ao Rio de Janeiro, a capital na época.

Era a Revolução de 1930 que se desenhava. O movimento armado foi liderado pelos estados de Minas Gerais, Paraíba e Rio Grande do Sul, que culminou com o golpe que depôs o presidente da república Washington Luís (deposto em 24 de outubro e depois exilado), impediu a posse do presidente eleito Júlio Prestes e pôs fim à República Velha, chamada também de "café com leite", em que mineiros e paulistas eram aliados e se alternavam no poder.

"A constituição é como as virgens. Foi feita para ser violada." 

Até a chegada triunfal dos revolucionários ao Rio de Janeiro, ocorreram confrontos entre o exército do governo e as forças revolucionárias. Entre 12 e 13 de outubro, houve o Combate de Quatiguá, considerado o maior desta Revolução.

Entre os fatores que criaram um ambiente favorável ao golpe de Getúlio estavam o descontentamento popular com a crise econômica causada pela grande depressão de 1929, o assassinato de João Pessoa (então governador da Paraíba) e o rompimento da política café com leite, em que houve um racha na aliança entre políticos paulistas e mineiros.

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
visitas

Coluna

Justiça impõe hierarquia federativa a Diadema

A cidade de Diadema, por força do contexto nacional, resolveu unilateralmente na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) suspender o isolamento social para algumas atividades econômicas. Contudo, a justiça suspendeu a deliberação do prefeito, fazendo valer a decisão do Governo do Estado....

Monica De Bolle: “Hoje, dane-se o Estado mínimo, é preciso gastar e errar pelo lado do excesso”

Para a economista da Universidade Johns Hopkins, ministro Paulo Guedes está preso a dogmas ideológicos e mantém letargia para tomar decisões que afetam quem já está passando fome “E, para os defensores da calma e da serenidade, saibam: o momento é de urgência”, escreve a economista brasileira...