2ª Licenciatura, Pós, Extensão e Cursos

Fundada Macapá, a capital do Amapá

04/02/2018 11:30

No dia 4 de fevereiro de 1758 era fundada Macapá, a capital do Amapá, na região norte do Brasil. Nesta data, na Praça São Sebastião (atual praça Veiga Cabral), foi erguido o Pelourinho, diante do Capitão General do Estado do Grão-Pará, Francisco Xavier de Mendonça Furtado, fato que sacramentou a fundação da Vila de São José de Macapá.

A cidade possui várias curiosidades, entre elas vale destacar que parte do seu território cruza a linha do Equador, abrigando o famoso monumento Marco Zero. Além disso, Macapá é a única capital do Brasil que não possui ligação rodoviária com nenhuma outra capital. A cidade possui belos cenários e um deles, sem dúvida, é observar a grandeza do rio Amazonas, que se perde na vista de quem o observa.

Antes de se chamar Macapá, o local tinha o nome o de Adelantado de Nueva Andaluzia, uma concessão dada a 1544 ao navegador Francisco de Orellana pelo rei espanhol Carlos V.

Mais tarde, Macapá se firmou como uma fortificação das fronteiras do Brasil colonial, assim que foi criado por ali um destacamento militar, em 1738.

Mais de um século depois, a região do Amapá foi contestada pela França, dando início a uma disputa diplomática que só se encerrou em 1o. de dezembro de 1900.

Quando Getúlio Vargas assumiu o poder, ele decidiu criar o estado do Amapá, e a cidade de Macapá foi nomeada a capital.

Atualmente, a cidade vive uma época de crescimento populacional, com sua economia baseada no comércio, indústria, extrativismo e pecuária. A cidade conta com mais de 450 mil habitantes (segundo o IBGE-2015) e sua população é bastante miscigenada, com pessoas provenientes de várias regiões do Brasil. 

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
contador de visitas

Coluna

A LEI PELA LEI DE QUEM?

Na academia discutimos sobre a natureza e fundamentos da lei. Um debate, sem dúvida, filosófico que realizamos no mundo ideal, cuja perfeição nos instiga a reflexões na perspectiva real-ideal. O mundo ideal, perfeito, dos objetivos maiores que os ordenamentos jurídicos apresentam e que refletem os...

A ÚLTIMA FRONTEIRA DO CAPITALISMO NEOLIBERAL – É AQUI

Há dez anos escrevi um artigo sobre a África, onde discorri sobre a ação do capital na porção subsaariana do continente. Os impedimentos de natureza cultural, que apesar do longo período de colonialismo europeu, se constituíam em obstáculos a plena incorporação do continente no capitalismo...