Schützer Educacional - Pós, Licenciaturas, Extensões, Profissionalizantes

Exposição: As aventuras de Pierre Verger

18/10/2015 21:37

As expressões culturais e cotidianas de diferentes lugares do mundo que foram registradas pelo fotógrafo Pierre Verger estão reunidas para visitação na exposição "As aventuras de Pierre Verger", no Museu Afro Brasil, até o dia 30 de dezembro.
Dividida em nove módulos, sendo eles: Paris, Viagens, Polinésia, Saara, China, Peru, África, Projeto e Educativo, a exposição reúne cerca de 270 imagens ‘clicadas’ por Verger, sendo que 50 delas interagem com os vídeos que compõem a mostra.

Pensada para que o público pudesse apreciar o trabalho do artista, considerado um dos nomes mais importantes da fotografia no cenário internacional, a exposição resgata as experiências de Verger nas diferentes fronteiras e guerras mundiais.

As obras também são relacionadas com "As Aventuras de Tintim", famosas histórias em quadrinhos editadas entre 1929 e 1983 que tinham roteiros elaborados pelo autor belga Georges Prosper Reni, conhecido como Hergé.

Episódios e contextos da vida do fotógrafo fazem parte da exposição a partir de onze ilustrações produzidas pelo artista visual Bruno Marcello.

A exposição é uma parceria do Museu Afro Brasil com a Fundação Pierre Verger e recebe curadoria e coordenação de Alex Baradel, responsável pelo acervo da Fundação.  

Serviço:
"As aventuras de Pierre Verger”
Data: até dia 30 de dezembro de 2015.
Local: Museu Afro Brasil.
End.: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n; Parque Ibirapuera - Portão 10 - São Paulo.
Tel.: (11) 3320-8900
museuafrobrasil

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
visitas

Coluna

Justiça impõe hierarquia federativa a Diadema

A cidade de Diadema, por força do contexto nacional, resolveu unilateralmente na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) suspender o isolamento social para algumas atividades econômicas. Contudo, a justiça suspendeu a deliberação do prefeito, fazendo valer a decisão do Governo do Estado....

Monica De Bolle: “Hoje, dane-se o Estado mínimo, é preciso gastar e errar pelo lado do excesso”

Para a economista da Universidade Johns Hopkins, ministro Paulo Guedes está preso a dogmas ideológicos e mantém letargia para tomar decisões que afetam quem já está passando fome “E, para os defensores da calma e da serenidade, saibam: o momento é de urgência”, escreve a economista brasileira...