2ª Licenciatura, Pós, Extensão e Cursos

Dalai Lama proclama a independência do Tibete

11/01/2018 08:40

Em 1904, os britânicos enviaram um forte contingente militar e ocuparam a Lhasa (Ásia Central), forçando, dessa forma, a abertura da fronteira entre a Índia e o Tibete (China). Em 1906, os britânicos assinaram um tratado segundo o qual se apropriaram do território tibetano. Em 1907, assinou-se um novo tratado entre a Grã-Bretanha, China e Rússia, no qual se concedia ao país asiático a soberania sobre o Tibete. Em 1910, o poder central Qing exerceu, pela primeira vez, o governo direto sobre esse território. Não obstante, em 1911, a eclosão da guerra civil na China obrigou as tropas desse país, posicionadas no Tibete, a regressarem, oportunidade que o Dalai Lama aproveitou para restabelecer seu controle sobre a região. Por fim, em 11 de janeiro de 1913, firmou-se um acordo reconhecendo a mútua independência dos espaços que haviam sido tomados pelos britânicos

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
contador de visitas

Coluna

A LEI PELA LEI DE QUEM?

Na academia discutimos sobre a natureza e fundamentos da lei. Um debate, sem dúvida, filosófico que realizamos no mundo ideal, cuja perfeição nos instiga a reflexões na perspectiva real-ideal. O mundo ideal, perfeito, dos objetivos maiores que os ordenamentos jurídicos apresentam e que refletem os...

A ÚLTIMA FRONTEIRA DO CAPITALISMO NEOLIBERAL – É AQUI

Há dez anos escrevi um artigo sobre a África, onde discorri sobre a ação do capital na porção subsaariana do continente. Os impedimentos de natureza cultural, que apesar do longo período de colonialismo europeu, se constituíam em obstáculos a plena incorporação do continente no capitalismo...