2ª Licenciatura, Pós, Extensão e Cursos

Dalai Lama proclama a independência do Tibete

11/01/2018 08:40

Em 1904, os britânicos enviaram um forte contingente militar e ocuparam a Lhasa (Ásia Central), forçando, dessa forma, a abertura da fronteira entre a Índia e o Tibete (China). Em 1906, os britânicos assinaram um tratado segundo o qual se apropriaram do território tibetano. Em 1907, assinou-se um novo tratado entre a Grã-Bretanha, China e Rússia, no qual se concedia ao país asiático a soberania sobre o Tibete. Em 1910, o poder central Qing exerceu, pela primeira vez, o governo direto sobre esse território. Não obstante, em 1911, a eclosão da guerra civil na China obrigou as tropas desse país, posicionadas no Tibete, a regressarem, oportunidade que o Dalai Lama aproveitou para restabelecer seu controle sobre a região. Por fim, em 11 de janeiro de 1913, firmou-se um acordo reconhecendo a mútua independência dos espaços que haviam sido tomados pelos britânicos

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
contador de visitas

Coluna

A ofensiva geral

O governo francês conta igualmente com as notícias falsas das grandes mídias para disseminar “elementos de linguagem” favoráveis a seus projetos. Um ex-ministro da Economia socialista que, mais tarde, fundou um partido liberal à sua imagem e semelhança explicou certa vez a arte e o modo de criar...

Santa bala, por Janderson Lacerda

Na guerra santa que vivemos no Brasil os MOROlistas (versão personificada dos moralistas) é quem ditarão as regras do comportamento social que deve ser cultivado na República da ordem e progresso; saudações positivistas ao filósofo Miguel Lemos! Foi-se o tempo em que as balas eram ofertadas às...