2ª Licenciatura, Pós, Extensão e Cursos

AUTORIZADO CONCURSO DA SEE-SP COM 1.656 VAGAS PARA PROFESSOR

22/01/2018 20:25

Na última sexta-feira (5), o governador Geraldo Alckmin autorizou, por meio de publicação no Diário Oficial do Estado, a realização de concurso público para os cargos de professor de educação básica I (PEB I) e professor de educação básica II (PEB II), em diversas disciplinas, da Secretaria Estadual de Educação de São Paulo (SEE-SP). Do total de 1.656 oportunidades, 449 são para PEB I e 1.207 para PEB II. As contratações serão temporárias, por um período de 3 anos.

Como as vagas ofertadas no concurso SEE-SP 2018 serão preenchidas por cada unidade escolar, os editais serão publicados de maneira descentralizada, podendo ser lançados a qualquer momento.

CONCURSO PARA PEB I E PEB II

Para concorrer ao cargo de PEB I é necessário possuir curso normal superior com habilitação em magistério das séries iniciais do ensino fundamental, licenciatura em pedagogia com habilitação em magistério nas séries iniciais ou programa especial de formação pedagógica superior em qualquer nomenclatura, com habilitação em magistério nas séries iniciais.

Já o cargo de PEB II exige nível superior completo e licenciatura na respectiva área de atuação.

VENCIMENTOS

De acordo com o site do governo, a remuneração básica inicial da carreira é de R$ 1.565,19 para PEB I e R$ 1.811,91 para PEB II, com jornada de trabalho de 30 horas semanais.

Como a carga de trabalho é variável, os ganhos mensais podem variar. O valor por hora/aula é de R$ 11,49 para o professor I e de R$ 12,80 para professor II.

 

Central dos Concursos

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
contador de visitas

Coluna

A LEI PELA LEI DE QUEM?

Na academia discutimos sobre a natureza e fundamentos da lei. Um debate, sem dúvida, filosófico que realizamos no mundo ideal, cuja perfeição nos instiga a reflexões na perspectiva real-ideal. O mundo ideal, perfeito, dos objetivos maiores que os ordenamentos jurídicos apresentam e que refletem os...

A ÚLTIMA FRONTEIRA DO CAPITALISMO NEOLIBERAL – É AQUI

Há dez anos escrevi um artigo sobre a África, onde discorri sobre a ação do capital na porção subsaariana do continente. Os impedimentos de natureza cultural, que apesar do longo período de colonialismo europeu, se constituíam em obstáculos a plena incorporação do continente no capitalismo...