2ª Licenciatura, Pós, Extensão e Cursos

Assassinado o militar mexicano Emiliano Zapata

10/04/2018 07:48

Emiliano Zapata Salazar, caudilho do sul, foi um dos líderes militares mais importantes durante a Revolução Mexicana. Em 1918 Emiliano Zapata era um guerrilheiro, como Francisco Villa (Pancho Villa), com pouco futuro, pois seu movimento, indubitada manifestação do descontentamento campesino ante as constantes batalhas, poucas munições, morte de cabecilhas importantes e a lei agrária do presidente Venustiano Carranza, que apaziguou a causa suriana, contribuíram para que esse ano não se chegasse a consolidar uma real organização político-militar. Sendo uma rebelião de massas campesina, limitou-se a realizar sua guerra de guerrilhas a partir de 1918. A guerra por parte do governo tomou perfis despiedosos. O general Jesús Guajardo fez Zapata acreditar que estava descontente com o governo de Carranza e que estaria disposto a se unir a ele. Zapata lhe pediu provas e Guajardo lhe deu. Combinaram de se reunir na Fazenda de Chinameca, Morelos, dia 10 de abril de 1919, mas Zapata morreu preso por uma emboscada.

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
contador de visitas

Coluna

A LEI PELA LEI DE QUEM?

Na academia discutimos sobre a natureza e fundamentos da lei. Um debate, sem dúvida, filosófico que realizamos no mundo ideal, cuja perfeição nos instiga a reflexões na perspectiva real-ideal. O mundo ideal, perfeito, dos objetivos maiores que os ordenamentos jurídicos apresentam e que refletem os...

A ÚLTIMA FRONTEIRA DO CAPITALISMO NEOLIBERAL – É AQUI

Há dez anos escrevi um artigo sobre a África, onde discorri sobre a ação do capital na porção subsaariana do continente. Os impedimentos de natureza cultural, que apesar do longo período de colonialismo europeu, se constituíam em obstáculos a plena incorporação do continente no capitalismo...