Cursos, Palestras e Materiais de Estudo

A EFICIÊNCIA DA ORGANIZAÇÃO POLÍTICA

Caro leitor, faz-se necessário uma reflexão sobre o quadro político nacional e local, para podermos construir uma visão mais abrangente da política em seus termos práticos. Disso decorre o conhecimento do modelo político-partidário vigente no país e que deve ter como pressuposto o bem-estar da população segundo princípios da democracia moderna.

O que coloca em movimento a política nas democracias é o sistema partidário que a legitima, nesse sentido, o sistema partidário se apresenta em três categorias: o de partido único, o bipartidário e o multipartidário. No caso brasileiro, o artigo 17 da Constituição Federal, o qual está intimamente relacionado com o princípio fundador de nosso regime (art. 1º, V), reitera a liberdade de se constituir partidos políticos, desde que atendidas as exigências legais.

O cientista político Lipjhart (2003)[2], o multipartidarismo evidencia as dimensões temáticas de uma sociedade, que se materializam no conflito partidário nas democracias. As funções desses conflitos nas democracias são: i) servir de agente catalisador de uma determinada corrente de opinião; ii) selecionar e enquadrar os eleitos; iii) educar e informar o eleitor.

Segundo Duverger (1980)[3], o multipartidarismo brasileiro, na realidade encobre um bipartidarismo em virtude do mecanismo da coalizão partidária muito praticada no país. Pois sempre reduzimos os conflitos a dois contendores partidários. Mas isso vamos discutir em uma outra oportunidade.

Em termos práticos, o cidadão quer saber qual a eficiência do multipartidarismo para atendimento das demandas necessárias a qualidade de vida. Objetivo maior de qualquer cidadania plena dentro de uma sociedade democrática, que almeja o desenvolvimento do país e não apenas o seu crescimento econômico, pois esse materializa cruelmente a desigualdade social sistêmica e afeta o bem-estar coletivo.

Numa apreciação superficial da eficiência das atividades políticas em Diadema, lançamos o olhar para a produção política e vislumbrar a partir daí a produção política no município. Mas tendo na memória as tensas relações pelas quais passaram os poderes executivo e legislativo durante o ano que finda, diante da necessidade de se organizar o legislativo no modelo bipartidário para facilitar a ação do executivo.

Para se ter uma visão mais clara dos resultados do ano político em Diadema, levantou-se as atividades parlamentares até o presente mês. A partir dos projetos de lei, leis complementares, resoluções, etc., pode-se ter um panorama da eficácia para os munícipes das atividades dos políticos em prol dos objetivos da sociedade local.

Os trabalhos legislativos até o mês de novembro atingiram o número aproximado de 128 projetos originados nos dois poderes, legislativo e executivo. Desses, algo em torno de 85 projetos foram gestados na Câmara e 43 enviados pela Prefeitura Municipal. Até aí nada desabona, mas mostra a forte ação legislativa do executivo. De outro lado, quando se observa a natureza dos projetos, isso incomoda um pouco, pois quase 40% deles dizem respeito as questões de natureza administrativa e quase 20% a projetos de homenagem e outras moções. Sobrando a menor parte para as políticas públicas redistributivas, tão necessárias para a cidade diante do cenário atual.

Disso fica o alerta para que a cidadania ativa direcione o olhar para a produção política do município, de forma a se alcançar os objetivos maiores de todos, sem o que não se terá aquilo que se necessita para a vida qualitativa da cidade.

Herbert Schützer

Jornal Diadema News

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
contador de visitas

Coluna

Protesto serial, por Janderson Lacerda

Era um tempo difícil. Os jornais fumegavam, enquanto o país convulsionava em uma crise sem fim! ​ O poder legislativo nadava em um lamaçal fétido – repreendido por um palhaço. Enquanto o executivo representava o escárnio e a desesperança. O judiciário partidarizado reproduzia a imoralidade e os...

A EFICIÊNCIA DA ORGANIZAÇÃO POLÍTICA

Caro leitor, faz-se necessário uma reflexão sobre o quadro político nacional e local, para podermos construir uma visão mais abrangente da política em seus termos práticos. Disso decorre o conhecimento do modelo político-partidário vigente no país e que deve ter como pressuposto o bem-estar da...

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!