Cursos, Palestras e Materiais de Estudo

Iniciou-se a Guerra Civil em Roma

12/01/2018 10:03

Em 12 de janeiro de 29 a.C., em Roma, a situação não podia ser pior para o ausente governante e militar romano Sila. O governo que havia criado já não existia, e ele havia sido condenado à morte, enquanto suas propriedades eram arrasadas e sua família, assim como seus amigos, clientes e partidários, viram-se forçados a fugir. As forças coligadas por sua pessoa começaram a se desagregar e o crescente mal-estar lançou muitos aos braços de Sila. O Senado tratou de negociar com Sila, mas, diante de sua recusa, o povo formou um exército. Sila começou a enviar tropas à Itália quando recebeu notícias dos distúrbios que se seguiram; mas, nesse momento, Metelo (político e militar romano) já havia se rebelado na África. Craso (militar romano) estava recrutando tropas entre sua clientela hispânica, e Pompeu (militar) fazia a mesma coisa. Considerando o baixo moral de suas tropas e o cansaço da população depois de tantos anos de guerras, a República estava condenada: muitos de seus líderes compreenderam dessa forma e mudaram de lado antes que fosse tarde demais. 

History

Pesquisar no site

Contato

Herbert Schutzer
contador de visitas

Coluna

ANO NOVO E DISCURSO VELHO

Muito bem caros leitores, chegamos ao ano que podemos julgar os “não-representantes” do povo. Entramos no ano que teremos eleições em todos os níveis, com a exceção do municipal, e apesar de todas as promessas feitas de um futuro melhor, o que assistimos foi o aumento dos preços e,...

Retrospectiva Tupiniquim, Por Janderson Lacerda

Das profundezas dos hades um velho Capiroto foi “teletransportado” para a República Tupiniquim. Ao som de muitas vaias e desaprovação popular é estabelecido o governo jaburu. João Ramalho interrompeu seu estupro matinal por escandalizar-se com o regime de trabalho escravo implementado no jovem...

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!